quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Santuário que precisamos incentivar

Elefantes agora tem o seu santuário, vocês sabiam?

Elefantes fora dos cativeiros e com um lugar exclusivo, Situado na Chapadas dos Guimarães (MT) surge o Santuário dos elefantes Brasil uma organização (nova) sem fins lucrativos visando cuidar e transformar as vidas e o futuro dos elefantes cativos da América do Sul.
Elefantes-santuário
Defensores interessados nessa causa no Brasil junto com a ElephantVoices desde janeiro de 2010 vem realizando um trabalho dando base em esforços legislativos em proibir a antiga prática de utilização de elefantes para espetáculos no Brasil.
Elefantes-lugar-exclusivo
Scott e Kat Blais ano 2012 formam uma união nesses esforços, aproveitar seus conhecimento, experiência capazes de ajudar a modificar a teoria em realidade, criando Global Sanctuary for Elephants (Santuário Global pra Elefantes), num convênio com especialistas e cidadãos interessados para dar fundamentalmente um passo em direção ao futuro.

O objetivo na criação do Santuário dos elefantes Brasil é tirar a teoria de anos e anos que eles (elefantes) deve-se manter em cativeiros por serem associados a recursos naturais, explorados por nós seres humanos satisfazendo nossas necessidades, exemplo clássico desse modo de pensar errado, observe que encontramos elefantes trabalhando atividades florestais, instituições religiosas, turismo, circos, zoológicos, fazendo esses animais reproduzirem em cativeiro.
Elefantes-protegidos
O Santuário dos elefantes Brasil quer acabar com o argumento de que os elefantes são adaptáveis a uma enorme gama de condições da natureza e mostrar para essas pessoas que apesar dessa argumentação, eles (elefantes) não se adaptam ao cativeiro, comprovando na evidente constatação que eles começam a sofrer de enfermidades físicas, mentais acabando por levar a uma morte prematura.

Sendo assim, conhecer e incentivar o Santuário dos Elefantes Brasil é mais uma tentativa de se salvar mais essa espécie animal.

Abraços,
BrBão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

. . .